Precisa de Ajuda?
  • Entre em contato - (11) 4266-1380
  • Uma pessoa que abusa do álcool e não consegue parar pode lutar contra a dependência, às vezes chamado de alcoolismo ou dependência de álcool. Muitos querem compreender como a psiquiatria pode ajudar no tratamento do alcoolismo.

    Como outros vícios, essa pessoa pode ter uma dependência física do álcool para se sentir normal ou relaxada e pode começar a abusar da substância como forma de controlar o estresse ou emoções intensas.

    Em muitos casos, as pessoas que lutam contra o alcoolismo também têm um problema de saúde mental concomitante - a combinação de um transtorno de abuso de substâncias e doença mental é chamada de transtornos concomitantes.

    Cinquenta por cento das pessoas com algum transtorno por uso de substância também terão algum transtorno psiquiátrico. No entanto, pessoas que lutam com contra o alcoolismo e doenças mentais têm menos probabilidade de serem tratadas.

    Transtorno por uso de álcool e alterações na saúde mental

    Normalmente, as pessoas que lutam contra o abuso de substâncias, doenças mentais ou ambos têm causas semelhantes que podem desencadear essas condições. As condições que podem desencadear problemas mentais ou comportamentais incluem:

    • Predisposição genética
    • Doença subjacente, como um distúrbio da tireoide
    • História de família
    • Ambiente atual

    Embora a interação entre esses fatores ainda não seja bem compreendida, a maioria dos pesquisadores acredita que essas condições aumentam o risco individual de desenvolver abuso de substâncias, problemas de saúde mental ou ambos.

    Uma doença mental pré-existente tem maior probabilidade de levar ao abuso de substâncias para muitas pessoas porque as lutas com os sintomas ou reações emocionais podem levar a tentativa de automedicação.

    Por isso, a importância de entender como a psiquiatria pode ajudar no tratamento do alcoolismo. Em alguns casos, as pessoas que lutam contra o alcoolismo também podem desencadear uma doença mental.

    O álcool é um depressivo, então as pessoas que abusam do álcool podem mudar sua química cerebral, perder a autoestima e sentir-se culpadas devido ao seu problema.

    Eles então começam a experimentar consequências em suas vidas devido ao abuso de álcool, desencadeando a depressão.

    Doenças mentais mais frequentemente associadas ao abuso de álcool

    Certas substâncias de abuso causam diferentes efeitos e efeitos colaterais, portanto, as pessoas que abusam dessas substâncias para se automedicar podem procurar drogas específicas.

    O álcool é uma substância que induz uma sensação de calma, então as pessoas que abusam dessa bebida intoxicante buscam frequentemente esses efeitos agradáveis.

    Além disso, o álcool é legal para pessoas com 18 anos ou mais, por isso é fácil de adquirir. Pessoas que abusam de várias drogas podem usar o álcool como uma das substâncias para moderar os efeitos colaterais emocionais de outras substâncias.

    Avaliação de transtornos

    Pessoas que apresentam problemas de saúde mental devem ser avaliadas quanto ao abuso de substâncias por profissionais médicos, incluindo exames de sangue para detectar a presença de substâncias tóxicas como o álcool.

    Da mesma forma, as pessoas que entram em um pronto-socorro ou fazem um check-up físico e apresentam sintomas de abuso de substâncias devem ser avaliadas por um profissional médico quanto a possível doença mental.

    É importante observar que as pessoas que lutam com distúrbios concomitantes, especialmente aquelas que nunca procuraram tratamento ou entender como a psiquiatria pode ajudar no tratamento do alcoolismo.

    Elas têm maior probabilidade de acreditar que as substâncias de que abusam tratam melhor seus problemas de saúde mental do que medicamentos e terapia prescritos.

    Superar esse obstáculo mental pode envolver a intervenção de um assistente social, médico ou outro profissional de saúde.

    Tratamento de transtornos psicológicos e abuso de substâncias

    O álcool é conhecido por interferir com todos os tipos de medicamentos prescritos, especialmente medicamentos psiquiátricos, portanto, o primeiro passo no tratamento de problemas mentais e abuso de álcool concomitantes envolve a desintoxicação.

    Trabalhar com um médico para controlar os sintomas de abstinência, especialmente sintomas de risco de vida, como convulsões, é de extrema importância.

    Assim que a desintoxicação for concluída, um programa de reabilitação baseado em evidências, especializado em doenças concomitantes, é crucial para aproveitar como a psiquiatria pode ajudar no tratamento do alcoolismo.

    A terapia individual e em grupo pode ajudar a pessoa a compreender a ligação entre o abuso de substâncias e a saúde mental, e como as mudanças em seu estado emocional podem desencadear uma recaída.

    Existem medicamentos eficazes para reduzir o risco de recaídas. No entanto, a terapia comportamental é o tratamento mais eficaz após a desintoxicação para controlar a saúde mental e comportamental.

    Assim que o programa de reabilitação for concluído, a pessoa provavelmente precisará continuar a frequentar grupos de terapia e apoio para se manter abstinente de álcool.

    Sessões contínuas com um terapeuta especializado em sua doença mental específica irão ajudá-los a se concentrar na sobriedade e continuar a melhorar sua saúde mental e emocional geral.

    Podem ser prescritos medicamentos para tratar ansiedade, depressão, esquizofrenia e transtorno bipolar, junto com a terapia e sendo uma das formas em como a psiquiatria pode ajudar no tratamento do alcoolismo.

    Os medicamentos podem ser ferramentas importantes para moderar a química do cérebro, mas é essencial manter a abstinência de álcool e outras substâncias.

    Com a presença de drogas ou álcool no corpo, esses medicamentos podem ter efeitos colaterais perigosos ou podem ser ineficazes no tratamento dos sintomas da condição mental subjacente.

    Tratamento especializado

    Dessa forma, entender como a psiquiatria pode ajudar no tratamento do alcoolismo faz parte para conseguir conquistar um tratamento de qualidade. Existem muitas clínicas de reabilitação que contam com diversos profissionais qualificados.

    É fundamental encontrar um profissional da psiquiatria que possa tratar o alcoolismo e outros problemas relacionados a saúde mental, conseguindo encontrar a fonte da dependência do álcool e tratar assim.

    Conseguir encontrar o que desencadeia o desejo pelo álcool é muito importante para o tratamento avançar e assim conseguir ter uma vida longe de futuras recaídas, mudando totalmente de comportamento.

    Com isso, é possível entender como a psiquiatria pode ajudar no tratamento do alcoolismo e procurar a ajuda em uma clínica de reabilitação especializada que conte com esse profissional a disposição.

    Se você está precisando saber os procedimentos para ajudar um dependente seja químico ou alcoólatra, você pode contatar o Portal de Recuperação e saber como fazer a internação do mesmo em uma das nossas dezenas de clínicas de reabilitação.

    www.guiadereabilitacao.com.br

    Fale via WhatsApp: (11)94797-6909

    Entre em contato

    Tratamento Somente Particular

    Horários de Atendimento: Segunda à Sexta das 8:00 ás 21:00

    Finais de Semana e Feriados (Somente via Whatsapp ou E-mail) - Remoção 24 horas;

    Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.