clinicaparareabilitacao@gmail.com
Telefone fixo - (11) 3042-4005

Muitas pessoas, pelos mais variados motivos, acabam entrando para o mundo das drogas. Isso faz com que eles aumentem o seu vício, dia após dia, até que não consigam mais viver sem utilizar drogas. E, por mais que todos tenham tentado alertá-las dos males que as drogas causam, essas pessoas não dão ouvidos e utilizam ainda mais. E não há outra alternativa a não ser interna essas pessoas para que façam tratamento para viciados em drogas.

E o que acontece é que, quando elas são apresentadas aos tratamentos para viciados em drogas, elas simplesmente relutam, não querem, fogem. Muitas delas têm até um comportamento agressivo, o que deixa o assunto ainda mais delicado.

O mais importante nessa história é a forma como vai ser falada a situação e, além disso, como será a reação de quem comunicou a ideia do tratamento. Sim, porque ela precisa esperar pelas piores reações possíveis, uma vez que a pessoa, quando viciada, não sabe que é viciada e se nega a procurar ajuda e tratamento.

E é justamente esse um dos nossos intuitos aqui. Queremos que você entenda como funciona o tratamento para viciados em drogas, quais são as reações esperadas enquanto estão em tratamento e até mesmo o local que você pode depositar confiança que realizará o tratamento da melhor forma possível.

 

Tratamento e etapas do processo

Antes de você internar alguém numa clínica para tratamento de viciados em drogas, é importante entender que, independente do tipo de tratamento que lhe foi oferecido, cada situação, cada necessidade, se dá de pessoa para pessoa e, nesse caso, cada um terá um tratamento diferente.

E é justamente por isso que se faz de extrema importância ter o conhecimento e saber como ajudar um dependente químico. Dependendo da pessoa, pode ser que um tratamento para os viciados em drogas seja mais intenso e diferente para um do que para outro.

Para saber ao certo o melhor tratamento para viciados em drogas, o paciente passa por uma avaliação psiquiátrica logo que ingressa no Grupo Nova Vida, que é um excelente local para tratamento para viciados em drogas. Com profissionais que cuidam e sabem das reais necessidades do interno, o Grupo Nova Vida trabalha para que ele complete totalmente o seu processo de reabilitação.

Independente do tempo de tratamento previsto para o interno, o apoio e o acompanhamento em longo prazo é essencial para que o viciado em drogas tenha a sua plena recuperação. Um tratamento de qualidade não irá abordar apenas o uso de drogas, mas também toda a dor emocional e outros problemas que contribuem para que as pessoas caiam no mundo do vício.

No Grupo Nova Vida, o tratamento é realizado por toda a equipe, composta de médicos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, enfermeiros, professores de educação física, colaboradores, residentes e familiares, todo eles estimulam o princípio da igualdade, que estimula a ação terapêutica a ser alcançada.

Num ambiente tranquilo, as atividades sociais, culturais e sociais são estimuladas, o que favorece ao interno que ele reassuma suas responsabilidades, desenvolvendo afetividade e reintegrando-se à família e também à sociedade, resultados do seu processo de amadurecimento.

E o tratamento para viciados em drogas passar por algumas etapas, sendo elas:

 

Desintoxicação

É a primeira etapa do processo do programa de tratamento contra o vício em drogas. Neste período, o corpo vai eliminando todas as substâncias a partir da corrente sanguínea, fazendo com que o corpo fique menos dependente da droga.

Este processo pode variar o tempo que for, pois ele está relacionado à gravidade do problema do paciente. Os pacientes do Grupo Nova Vida são cuidadosamente monitorados ao longo do período de desintoxicação, a fim de que possam ser garantidos que os sintomas de abstinência não sejam nocivos.

A desintoxicação é a primeira parte do tratamento.

 

Terapia Comportamental

A terapia cognitivo-comportamental e outros tipos de psicoterapia são utilizados para ajudar os pacientes a chegaram às raízes do seu vício. De uma forma geral, pode-se dizer que o estresse e a pressão são os motivos mais comuns para o início de uma vida dependente das drogas, pois as pessoas que fazem uso delas, dificilmente são para se sentirem bem. Elas querem fugir da sensação que estão sentindo.

A terapia cognitivo-comportamental ajuda o interno a lidar com o estresse de uma forma saudável e manter o seu vício sob controle.

 

Tratamento Ambulatorial

O processo de recuperação de um vício em drogas é para toda a vida, onde, dia após dia, a não utilização conta como uma vitória.

As sessões de aconselhamento em grupo e o suporte de atendimento do grupo são componentes importantes e que devem ser frequentes. Os internos são incentivados a desenvolver situações construtivas e seguir os seus projetos devida, a fim de que consigam manter sias responsabilidade e mostrar-se importantes para si mesmo, acima de tudo. Isso faz com que eles tenham o incentivo para não voltarem mais a usar drogas.


Formulário de Contato

Enviado! Sua mensagem foi enviada e em breve será respondida.
Erro! Não foi possível enviar sua mensagem,
por favor tente novamente mais tarde.